Dezembro Laranja : Mês dedicado a conscientização sobre o Câncer de Pele


Cor que remete ao sol e ao tom dos corpos bronzeados, laranja também é o símbolo da luta contra o câncer da pele. Com o slogan ‘Se exponha mas não se queime’, a campanha nacional de prevenção à doença, conhecida como Dezembro Laranja.  O câncer da pele não melanoma é o câncer mais comum em humanos. Em geral, ele se manifesta como uma pinta ou mancha acastanhada ou enegrecida (com alteração de cor) assimétrica, de bordas irregulares e diâmetro maior que seis milímetros. No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima o surgimento de 176 mil novos casos só neste ano. Para se prevenir, além da aplicação do filtro solar, é recomendável usar chapéus, óculos escuros e roupas que cubram boa parte do corpo, assim como evitar atividades ao ar livre entre 10 e 16h. E não fazer prevenção somente em dezembro, mas em todos os meses do ano e manter a rotina da consulta com um Dermatologista.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA),em 2020 os números de câncer de pele no Brasil são preocupantes. A doença corresponde a 27% de todos os tumores malignos no país, sendo os carcinomas basocelular e espinocelular (não melanoma) responsáveis por 177 mil novos casos da doença por ano. Já o câncer de pele melanoma tem 8,4 mil casos novos anualmente. “Os números de incidência do câncer de pele são maiores do que os cânceres de próstata, mama, cólon e reto, pulmão e estômago. Na campanha deste ano, queremos compartilhar conteúdo que seja útil às pessoas, de acordo com as peculiaridades e necessidades de cada uma, para isso contaremos com a participação e o engajamento dos médicos dermatologistas, que também fazem a diferença na hora de passar a informação segura”, afirma Dr. Sérgio Palma, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Há sete anos a Sociedade Brasileira de Dermatologia realiza o #DezembroLaranja e convoca a população a apoiar a causa. Conversar com seus filhos, sobrinhos, netos, crianças e adolescentes sobre medidas para evitar exposição solar desprotegida e prevenir as queimaduras solares na infância é essencial para a prevenção da doença no futuro. “É na infância que os conceitos da vida são fixados. Ensine-os a se prevenir dos danos solares desde cedo e, quando adultos, manterão os mesmos hábitos, evitando um possível surgimento da doença”, enfatiza Dr. Sergio Palma.

 

 

Fontes:

Dezembro Laranja: marca de proteção à pele

 

https://www.sbd.org.br/dezembroLaranja/sobre/

Conteúdo exclusivo para
usuários cadastrados
Faça o seu cadastro para acessar esse e outros
conteúdos do nosso site
ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade
e em como trabalharemos seus dados internamente.
Não há comentários

Faça um comentário

Iniciar conversa
1
WhatsApp
Olá 👋
Podemos te ajudar?
Ao entrar em contato por este canal de atendimento, declaro que li e aceito a Política de Privacidade disponível no nosso endereço primedicin.com.br/politica-de-privacidade/  que contém informações claras e completas sobre coleta, uso, armazenamento, tratamento e proteção dos meus dados pessoais.